Brasil faz seu melhor jogo, vence a Sérvia e pega a Rússia nas quartas do vôlei

Gustavo Franceschini

Do UOL, em Londres (Inglaterra)

  • REUTERS/Ivan Alvarado

    Jogadoras do Brasil festejam ponto de bloqueio da equipe durante a partida contra a Sérvia

    Jogadoras do Brasil festejam ponto de bloqueio da equipe durante a partida contra a Sérvia

A seleção feminina de vôlei demorou, mas finalmente ganhou sem ceder sets e acertando em quase todo o jogo. Depois de dias de pressão, o Brasil entrou em quadra dependendo só de si mesmo para avançar, bateu a Sérvia por 3 a 0 (25-10, 25-22 e 25-16) e está nas quartas de final do torneio olímpico.

O problema é que o primeiro rival do mata-mata é duro. Como passou pelo grupo B em quarto, o Brasil vai encarar a Rússia, líder da outra chave. Em quadra, além do bom time estrelado por Sokolova e Gamova, a seleção terá de enfrentar o trauma contra a rival, carrasca na final do Mundial de 2010 e na semifinal das Olimpíadas de Atenas, há oito anos, quando a maior parte da equipe atual não estava em quadra.

Pelo que passou nos últimos dias, no entanto, a pressão agora talvez seja até menor. O Brasil chegou à última rodada com grandes chances de ser eliminado, após ter perdido para Estados Unidos e Coreia sem conseguir levar o jogo ao tie-break. Minutos antes de começarem a enfrentar a Sérvia, no entanto, as pupilas de José Roberto Guimarães puderam respirar aliviadas quando os Estados Unidos venceram a Turquia por 3 a 0.

Brasileiros em Londres - dia 9
Brasileiros em Londres - dia 9