Prazo para inscrições acaba e Nuzman é o único candidato à presidência do COB até 2016

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO SEBASTIEN FEVAL

    Nuzman deverá ser reeleito e manter-se presidente do COB até 2016

    Nuzman deverá ser reeleito e manter-se presidente do COB até 2016

Nesta segunda-feira, acabou o prazo de registro de chapas para a eleição do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro no período de 2013 até 2016. Somente Carlos Arthur Nuzman, que ocupa o cargo desde 1995, registrou candidatura para a eleição, prevista para o último trimestre deste ano.

A chapa de Nuzman conta também com André Gustavo Richer - ou seja, conta com dois dos três membros natos do COB que têm direito a voto. O terceiro deles é João Havelange, que está internado no hospital Samaritano, do Rio de Janeiro, vitima de um surto infeccioso no tornozelo direito.

Também têm direito a votos os 30 presidentes das confederações brasileiras de esportes olímpicos.

De acordo com o COB, 28 deles já manifestaram apoio à reeleição de Nuzman, assim como Havelange.

As confederações brasileiras de atletismo, badminton, basquete, boxe, canoagem, ciclismo, desportos aquáticos, desportos na neve, esgrima, futebol, ginástica, golfe, handebol, hipismo, hóquei sobre a grama e indoor, judô, levantamento de peso, lutas associadas, pentatlo moderno, remo, rúgbi, taekwondo, tênis, tiro com arco, tiro esportivo, triatlo, vela e motor e vôlei são aqueles que, segundo o COB, são favoráveis à reeleição de Nuzman.

Somente as confederações de desportos no gelo e de tênis de mesa ainda não se manifestaram a respeito da reeleição.

Carlos Arthur Nuzman
Carlos Arthur Nuzman


Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos