Ouro no judô, Sarah Menezes diz que não pensa em namorar: "Não faz falta"

Do UOL, em São Paulo

  • José Ricardo Leite/UOL

    Sarah Menezes em Londres no dia seguinte à conquista do ouro no judô: sem tempo para namorar

    Sarah Menezes em Londres no dia seguinte à conquista do ouro no judô: sem tempo para namorar

Sarah Menezes é a dona da única medalha de ouro do Brasil até agora em Londres. A consagração veio logo no primeiro dia dos Jogos, na categoria até 48 kg do judô. Na volta para o Brasil, uma recepção de estrela a espera na sua cidade, Teresina. Mas ela já avisou que não pretende se aproveitar da fama para arrumar um namorado. Segundo ela, isso nunca fez parte dos planos.

Questionada pelo jornal Lance se ainda tem tempo para namorar em meio aos treinos, Sarah respondeu: “Nem penso. Não me faz falta”.

Aos 22 anos, Sarah começou no esporte aos nove. “Dediquei 13 anos da minha vida para chegar aqui”, observou. Sua rotina não particular não reserva espaço para um relacionamento amoroso: “Acordo cedo, faço uma atividade física, fisioterapia, almoço em casa, à tarde vou para a faculdade e à noite treino”.

Além de ser judoca profissional, Sarah cursa Educação Física e só tem tempo livre nos finais de semana: “Aí gosto de ir a um restaurante, ao cinema, levar meu irmão caçula e meus primos para brincarem no shopping...”.

Depois da conquista em Londres, Sarah sabe que essa rotina deve mudar: “Sei que todo mundo agora vai estar de olho em mim e acho isso muito legal, porque foi algo que conquistei com meu trabalho”. Mas descarta qualquer tipo de mudança em relação ao seu estilo família. Sair de Teresina, nem pensar.

“Tenho o objetivo de fazer um projeto social e massificar o judô no meu estado”, revelou Sarah. Sua dedicação ao judô fica de conselho aos demais atletas brasileiros por mais medalhas no futuro: “Têm que arriscar mais. Não pode ter medo de encarar os desafios. E têm de ralar muito porque a conquista não vem do nada”. 



Shopping UOL