Menor cidade a abrigar os Jogos, capital da Finlândia inaugura a "Guerra Fria" esportiva

A cidade de Helsinque, na Finlândia, tinha apenas 367 mil habitantes em 1952, quando recebeu os Jogos Olímpicos. Nunca uma cidade tão pequena abrigou o evento. Exemplo da grandiosidade olímpica em relação às pequenas proporções da capital finlandesa era o Estádio Olímpico: com 70 mil lugares, o local podia acolher um quinto dos habitantes da cidade-sede.

Os Jogos "intimistas" marcaram o primeiro confronto entre as duas grandes potências mundiais esportivas, que dominariam as disputas olímpicas desde então. Pela primeira vez desde a Revolução Bolchevique de 1917, a União Soviética esteve presente. Apesar de competir em campeonatos europeus de algumas modalidades, apenas em 1951 os soviéticos pediram reconhecimento ao COI.

Com isso, os EUA tinham uma ameaça real à sua supremacia. Desde Saint Louis-1904, os norte-americanos só perderam os Jogos de Berlin-1936, para a Alemanha. No quadro geral de medalhas, os EUA dominaram com 40 ouros contra 22, mas a União Soviética chegou perto no número total de pódios, com 71 contra 76.

Nessa Olimpíada, a tensão política gerou uma divisão física entre os países. As delegações dos países ocidentais foram hospedadas na Vila Olímpica de Kapylae, em uma área de 200 mil m², formada por 21 prédios que hospedavam 4.800 atletas.

As delegações da URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) e de seus países-satélites ficaram no litoral do mar Báltico, em Otaniemi, onde foram construídos três grupos de prédios com capacidade para 1.200 atletas.

A Alemanha voltou aos Jogos, mas apresentou um quadro político confuso. Banido de Londres-1948, o país voltou a se apresentar unido, sem distinção entre as metades ocidental e oriental, apesar de não ter na delegação nenhum atleta do leste.

Além disso, os Jogos contaram com o Sarre, uma região carbonífera do sul da Alemanha, independente desde o final da Segunda Guerra. Seu comitê olímpico desapareceu em 1956, quando a região, depois de um plebiscito, voltou a fazer parte da Alemanha.

O apogeu de Adhemar
 

Com a maior delegação desde que estreou em uma Olimpíada, em Antuérpia-1920, o Brasil teve no evento finlandês seu melhor desempenho até então, graças ao reinado de Adhemar Ferreira da Silva no salto triplo. Com o título olímpico do atleta paulista, os brasileiros terminaram os Jogos na 24ª posição, com um ouro e dois bronzes.

Além do título, Adhemar quebrou quatro vezes o recorde olímpico e duas vezes o recorde mundial na prova. Favorito ao ouro, o paulistano, então com 25 anos, bateu o recorde pela primeira vez em seu segundo salto, com 16,12 m. No quinto, o brasileiro alcançou sua melhor marca, 16,22 m, nova marca mundial. Quando encerrou sua participação com um salto de 16,05 m, o ouro já estava garantido.

Ainda no atletismo, o Brasil conquistou sua segunda medalha: o bronze no salto em altura do carioca José Telles da Conceição.

A terceira medalha veio na natação: Tetsuo Okamoto chegou em terceiro lugar nos 1.500 m livre, bateu o recorde sul-americano com 18min51s3 e virou o "peixe-voador".

Classificação de 1952
  País Ouro Prata Bronze  
Estados Unidos 40 19 17 76
União Soviética 22 30 19 71
Hungria 16 10 16 42
Suécia 12 13 10 35
Itália 8 9 4 21
Tchecoslováquia 7 3 3 13
França 6 6 6 18
Finlândia 6 3 13 22
Austrália 6 2 3 11
10º Noruega 3 2 0 5
11º Suíça 2 6 6 14
12º África do Sul 2 4 4 10
13º Jamaica 2 3 0 5
14º Bélgica 2 2 0 4
15º Dinamarca 2 1 3 6
16º Turquia 2 0 1 3
17º Japão 1 6 2 9
18º Reino Unido 1 2 8 11
19º Argentina 1 2 2 5
20º Polônia 1 2 1 4
21º Canadá 1 2 0 3
Iugoslávia 1 2 0 3
23º Romênia 1 1 2 4
24º Brasil 1 0 2 3
Nova Zelândia 1 0 2 3
26º Índia 1 0 1 2
27º Luxemburgo 1 0 0 1
28º Alemanha 0 7 17 24
29º Holanda 0 5 0 5
30º Irã 0 3 4 7
31º Chile 0 2 0 2
32º Áustria 0 1 1 2
Líbano 0 1 1 2
34º Espanha 0 1 0 1
Irlanda 0 1 0 1
México 0 1 0 1
37º Coréia do Sul 0 0 2 2
Trinidad e Tobago 0 0 2 2
Uruguai 0 0 2 2
40º Bulgária 0 0 1 1
Egito 0 0 1 1
Portugal 0 0 1 1
Venezuela 0 0 1 1
+ Mais

Ficha

Países participantes
69
Número de modalidades
19
Número de atletas
4.955 (4436 homens, 519 mulheres)
Participação do Brasil
24º lugar
Data de abertura
19 de Julho de 1952
Data de encerramento
03 de Agosto de 1952

Pôster e medalha

Já conhece os de Melbourne-1956? Veja

UOL Cursos Online

Todos os cursos