Cielo bate Bruno Fratus, faz melhor tempo do ano e fatura o ouro nos 50 m no Maria Lenk

José Ricardo Leite
Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Satiro Sodré/AGIF

    Cesar Cielo ganha ouro no Troféu Maria Lenk, nos 50 m livre, no Rio de Janeiro

    Cesar Cielo ganha ouro no Troféu Maria Lenk, nos 50 m livre, no Rio de Janeiro

No início desta semana, Cesar Cielo avisou que, no Troféu Maria Lenk, nadaria seu máximo para conseguir fazer a melhor marca do ano nos 50 m livre. O primeiro objetivo, então, foi alcançado. Na final da prova, realizada na noite desta quarta-feira, o nadador brasileiro cravou 21s38, conquistou a medalha de ouro e passou a ter o melhor tempo da temporada.

Antes, o também brasileiro Bruno Fratus era o dono da marca (21s70), conquistada nas eliminatórias da prova no Maria Lenk, nesta manhã. Além do compatriota, Cielo deixou para trás também o australiano James Magnussen, sensação da temporada e apontado como um dos principais rivais do campeão mundial na Olimpíada de Londres. Ele tinha o segundo tempo do ano - 21s74.

"O primeiro passo está dado. Estou entrando nesta temporada olímpica muito confiante", afirmou Cielo, ao Sportv. Questionado se o tempo que cravou era o que estava em sua parede (costuma fazer isso como estímulo e desafio), o vencedor afirmou: "Estou um pouquinho mais ambicioso", continuou.

“O grande desafio de hoje cedo era simular o desafio da Olimpíada, já que os 50 m será um dia depois da final dos 100 m. Imaginamos o pior cenário possível, eu acordando super cansado, precisando respirar e 21s78 [tempo da eliminatória] me deixa em uma semifinal. Foi uma ideia boa do Albertinho”, falou.

Fratus terminou a prova na segunda colocação com 21s76, seguido de perto por Frederick Bousquet, antigo rival de Cielo, que cravou 21s79. O francês, aliás, é dono da melhor marca do mundo sem os maiôs tecnológicos (marcou 21s36).



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos