! Bolt celebra tri em balada, canta e cai no funk ao som de "Baile de Favela" - 21/08/2016 - UOL Olimpíadas

Bolt celebra tri em balada, canta e cai no funk ao som de "Baile de Favela"

Alexander Vestri

Do UOL, no Rio de Janeiro

Depois de conquistar o tricampeonato olímpico, Usain Bolt só quer de saber de curtir a noite do Rio de Janeiro. O atleta decidiu comemorar seus feitos com tudo o que tem direito em uma balada na Zona Oeste da cidade. Bolt subiu no palco, dançou funk e até pegou o microfone para cantar.

Em um vídeo, o astro jamaicano aparece bem à vontade em cima do palco de uma boate. Ele dança ao som de "Baile de Favela", pega o microfone para animar o público presente e ainda arrisca cantar os versos "You used to call me on my cell phone" do hit "Hotline Bling", do cantor Drake.

Além do tricampeonato, Bolt tem outros motivos para comemorar. O atleta completa 30 anos neste domingo e é esperado na Jamaica's House 2016, que promete fazer uma festa de aniversário para o maior ídolo do país.

A reta final das Olimpíadas tem sido agitada para Bolt. Neste sábado, ele foi ao Maracanã para assistir à seleção brasileira conquistar a medalha de ouro no futebol masculino contra a Alemanha. Ele ficou no camarote de Neymar e ainda viu o craque homenageá-lo ao comemorar o gol fazendo seu tradicional gesto.

Mas não pôde ver a disputa de pênaltis e a cerimônia de entrega das medalhas. Isso por uma boa causa. De lá, partiu direto para o Engenhão para receber a sua terceira medalha de ouro pelo revezamento 4x100 m. Depois do dia agitado, ainda teve disposição para curtir a noite na balada da Barra da Tijuca.

Lotação máxima

A notícia de que Bolt comemorava suas medalhas e a virada para o dia de seu aniversário na boate All In, na Barra da Tijuca, se espalhou e a casa foi fechada por atingir lotação máxima. Nem quem tentava pagar pelo ingresso e curtir a noite com o corredor jamaicano conseguia entrar. Os únicos liberados eram atletas olímpicos portando a credencial dos Jogos.

Parte do público e a imprensa ficaram barrados do lado de fora e, embaixo de uma forte chuva, puderam ver o judoca e medalhista de ouro francês Teddy Riner deixando a festa pouco antes das seis horas da manhã.

Já o tricampeão olímpico permaneceu distribuindo sorrisos e xavecos, tirando selfies e divertindo quem estava no local. Bolt chegou a sair da boate, mas teve que voltar para pagar a conta e demorou mais 30 minutos na casa. Na hora de ir embora, o jamaicano disse algo no ouvido de uma funcionária da boate e teve como resposta: "estou trabalhando".

A balada terminou às sete da manhã, com o atleta beijando uma mulher na fila da saída e entrando acompanhado em um táxi.